terça-feira, 9 de janeiro de 2018

GIRL POWER - Histórias de Garotas Destemidas


Yo minna!!! Como prometido aqui está o post da coletânea Girl Power - Histórias de garotas destemidas! aqui também falo sobre o CRAMI, uma ONG que vale apena conhecer e ajudar, é mesmo uma idéia fantástica ter essa obra com a união das autoras ajudando uma ONG com um projeto tão importante, é esse tipo de atitude que apoio com toda a minha força aqui no Dicas da Kira.

Amanhã vou fazer mais um post, onde vou deixar o link para vocês e mais informações ok?

Girl Power – Histórias De Garotas Destemidas

"E se houvesse uma antologia de contos fantásticos que, além de empoderar, seus leitores, ajudasse uma ONG que cuida de crianças e adolescentes que sofreram violência e abuso sexual? E se tal antologia reunisse histórias de garotas destemidas, corajosas e dispostas a enfrentar quaisquer adversidades em busca de superação? E se os contos pendessem para o terror e fossem destinados a adolescentes, pré-adolescentes e – por que não?! – aos leitores de todas as idades que se interessam por fantasia e terror “água-com-açúcar”?

Conheça “GIRL POWER – HISTÓRIAS DE GAROTAS DESTEMIDAS”, uma antologia escrita por Ana Lúcia Merege, Camila Pelegrini, Carolina Mancini, Fernanda Chazan e Tatiane Durães. A obra está disponível apenas em formato e-book na Amazon e toda a renda adquirida com a venda do livro será revertida ao CRAMI (Centro Regional de Atenção aos Maus Tratos na Infância), que ajuda crianças e adolescentes do ABC paulista que sofreram violência e/ou abuso."


Sobre o CRAMI

Sensibilizados com casos de crianças vítimas de espancamentos e de abusos sexuais - que, muitas vezes, ocorriam no próprio lar -, profissionais, empresários e pessoas da sociedade civil  formaram um grupo de estudos sob a liderança do médico pediatra Dr. Emílio Jaldin Calderón, que atuava na Fundação da Assistência à Infância de Santo André (FAISA) para discutir a questão dos maus tratos na infância.

O número elevado de casos observados na FAISA levaram os profissionais a supor que a incidência de casos de maus tratos representava um número muito maior do que se podia imaginar e do que era registrado.

Pensando em ações que pudessem combater as diversas formas de violência contra crianças e adolescentes, no dia 12 de Outubro de 1988 foi fundado o CRAMI – Centro Regional de Atenção aos Maus Tratos na Infância do ABCD, espelhado na experiência do CRAMI de Campinas – SP.

Iniciamos nosso trabalho recebendo denuncias de maus tratos contra crianças, e com essas informações, profissionais voluntários e estagiários efetuavam visitas domiciliares aos finais de semana, para verificar as situações. Logo a mídia passou a divulgar o trabalho do CRAMI e nossos canais de contato, pois naquela época não havia ainda os Conselhos Tutelares, que hoje é o canal de denuncias.

Atualmente o CRAMI possui núcleos nos municípios de Santo André, São Bernardo do Campo e Diadema, através de convênios firmados com o Poder Público, que possibilitou que ampliássemos o atendimento à comunidade. Passamos a atender crianças, adolescentes e suas famílias de forma sistemática, buscando o rompimento da violência e a transformação das relações de cuidados com estas crianças e adolescentes.

O CRAMI ABCD promove a defesa e proteção de crianças e adolescentes vítimas de violência doméstica e sexual, com violações de direitos, em situação de rua e acolhidos institucionalmente. Também realizamos ações preventivas na comunidade através de palestras, esquetes teatrais e grupos reflexivos, além de capacitação de profissionais que atuam em diversas áreas no atendimento a crianças e adolescentes.

Combatemos qualquer forma de violência e violação de direitos contra crianças e adolescentes, sempre orientando e auxiliando todas as partes em conflito, tanto vitima como o agressor, demais membros familiares e profissionais responsáveis pela proteção da criança e adolescente.


Quero deixar aqui meus parabéns as escritoras Ana Lúcia Merege, Camila Pelegrini, Carolina Mancini, Fernanda Chazan e Tatiane Durães. Estou realmente muito feliz em mostrar para os meus leitores esse trabalho maravilhoso que fizeram e estou ansiosa pelo lançamento! Desejo todo o sucesso para vocês!

O post fica por aqui minna-san,espero que tenham gostado de ler tanto quanto gostei de escrevê-lo, o blog anda um pouco parado,mas é porque estou me esforçando muito em offe logo trago mais novidades!

Beijos da Kira.

6 comentários:

  1. Oi, Kira! Não conhecia o livro e nem a Crami, super importante falarmos deste tema, principalmente por ainda existir tanto desconhecimento dos direitos e opções! Super parabéns por essa iniciativa!!!!

    ResponderExcluir
  2. Um bela iniciativa, seja do pessoal do Crami e as autoras que se reuniram nessa obra, pra mim é tudo novidade, mas desejo de coração sucesso a todos envolvidos e que sirva de inspiração para novas ações do tipo.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito da premissa da antologia e achei muito legal o fato de ter uma instituição envolvida!
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?

    Não conhecia inda este obra e nem a autora. A premissa parece ser bem legal e fiquei com vontade de conhecer mais da obra. Vou anotar o nome e tentar ler depois.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Oi,
    Não conhecia a antologia e nem a ONG. O tema dos contos é bem interessante. Com certeza é uma boa dica de leitura.
    Abrçs

    ResponderExcluir
  6. Essas iniciativas são sempre bem vindas. Geralmente só vemos as coisas ruins do mundo, mas tem muita gente boa fazendo sua parte e tentando deixar o mundo um pouco melhor. Gostei da ideia e vou lá na Amazon fazer minha parte adquirindo o livro. Valeu a dica.
    Beijos e ótima leitura a todos nós.

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir